Vale a pena financiar a faculdade?

Oi, pessoal! Semana passada assisti a esses vídeos sobre o financiamento estudantil, muito usado por quem não tem condições de bancar uma universidade particular. O primeiro vídeo é sobre o FIES, já o segundo é sobre o programa Pra valer e ambos falam se vale a pena financiar usando esses programas? Já digo que os dois disseram que sim, pois quem tem Ensino Superior ganha mais do que quem parou no Ensino Médio.

Anúncios

Minha primeira entrevista para professor

Como aqui compartilhei toda minha trajetória ao longo da graduação, nada mais justo do que continuar compartilhando agora que estou formada. Em janeiro, tive duas entrevistas de emprego para o cargo de professor de Língua Portuguesa e hoje contarei como foi a primeira.

Primeiramente: A minha primeira entrevista foi em escola de pequeno porte. Não precisei dar uma aula na entrevista, mas sei que tem escolas que pedem.

Ao chegar na escola particular, fui recebida pela moça que entrou em contato comigo pelo telefone. Ela me conduziu até a sala da direção e me falaram um pouco sobre a vaga. Me pediram para falar um pouco sobre minhas experiências dos estágios e se eu havia tido alguma vivência com alunos com necessidades especiais.

Contei um pouco dos meus estágios, a questão dos alunos com necessidades especiais e sobre as provas adaptadas que as escolas que estagiei faziam para esses alunos, etc. Em um certo momento, ela me perguntou se já havia presenciado algum tipo de agressão física dentro de sala de aula. Então, me deram um papel e caneta para que eu escrevesse como agiria diante de um conflito com agressão física dentro de sala de aula.

A diretora e a outra moça saíram da sala e me deixaram à vontade para que eu escrevesse esse pequeno texto. Depois voltaram, me agradeceram e disseram que me ligariam até o fim daquela semana, pois às aulas iriam começar logo e tinham que preencher logo a vaga. Vale ressaltar que em nenhum momento fiquei nervosa durante a entrevista, me senti bem a vontade.

O mais bacana é que no fim daquela semana realmente me ligaram, agradeceram pela entrevista e falaram que já tinham preenchido a vaga. Gostei muito do feedback da escola, pois a maioria das empresas nem ligam para agradecer.

Comecei a trabalhar!

Oi, pessoal! Consegui um emprego e por isso estou sumida do blog. Na parte da manhã estou trabalhando em uma escola particular com o 6º ano e na parte da tarde em um cursinho pré-vestibular particular.

São universos totalmente diferentes, mas que tenho me dedicado muito para dar o melhor. Em breve volto com novidades e compartilharei tudo por aqui dessa minha nova rotina.