Assistidos em Dezembro de 2017

Depois de um mês sem ter assistido nenhum filme (como aconteceu em novembro e por isso não teve post), em dezembro as coisas mudaram um pouco, consegui assistir a dois filmes.

ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENTE (Filme de 2017)

Como este filme estava no cinema, peguei uma sessão para assisti-lo. Estava muito ansiosa para ver a adaptação do livro da Agatha Christie que já li. Uma morte acontece durante a viagem do Expresso do Oriente. Como um dos passageiros é Hercule Poirot, ele resolve investigar o assassinato e os demais passageiros do trem.
PS.: Achei bem fiel ao livro.

O BEM-AMADO (Filme de 2010)

Como havia acabado de ler o livro que leva o mesmo título, resolvi alugar o filme na locadora. Dei boas risadas com este filme.. Podemos notar que a respeito da política nada mudou desde então.  Conhecemos aqui a cidade de Sucupira, no litoral do Nordeste, uma cidade que não possui cemitério.  Então, Odorico Paraguacu, candidato a prefeito da cidade, promete que se eleito construir um cemitério para cidade. Acontece que depois da obra pronta, o prefeito não consegue inaugurar a grande obra de seu governo, porque não existem mortos.
PS.: Achei bem fiel ao livro.

Anúncios

Um comentário em “Assistidos em Dezembro de 2017

  1. Amo cinema! O filme tem sempre aquela magia de sala escura, de olhos desconhecidos a nos espiar pelas costas, a vontade de ser surpreendido por um(a) amiga(o) e, depois do filme, tomar um café juntos compartilhando o olhar sobre cada detalhe. Coisas que apreendemos ou que nos escapou, mas que a(o) amiga(o) percebeu… As metáforas, então, são leituras que sempre fogem à nossa percepção, qual presilha de cabelo que, na sala escura do cinema, nos escapa para debaixo do banco e a gente precisa pedir ajuda, caso queira encontrá-la. Sempre que posso, acompanho a programação de Filosofia e Cinema, uma excelente opção para os aficionados com cinema. Trata-se de uma programação semestral que se realizada no Auditório do CREA, em BH. Paga-se R$20,00 reais, assiste ao filme, toma-se um café e depois volta pro auditório onde a professora Maria de Lourdes Gouveia tece considerações sobre sua leitura e depois abre para outras percepções. O último que assisti, dentro daquela programação, foi Simplesmente Alice, de Woody Allen. Excelente filme. Tenho publicado algumas impressões sobre cinema, como este, que também fez parte da programação do Filosofia e Cinema e que pode ser visto em https://salosouza.wordpress.com/2017/12/22/tempos-de-paz/
    Gostei de tua página. Caso me autorize, gostaria de segui-lo.
    Abraços e sucessos em suas publicações.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s