Leituras

Livro: Lucíola – José de Alencar

Olá pessoal! Hoje, venho com mais uma resenha de um clássico da nossa literatura brasileira, Lucíola de José de Alencar. Podemos considerar Alencar como o precursor do romantismo no Brasil dentro das quatro características: indianista, psicológico, regional e histórico.

Em Lucíola, conhecemos Paulo Dias, que narra, por meio de cartas, como começou seu relacionamento com uma mulher, Lúcia. Logo após sua chegada ao Rio de Janeiro, Paulo é convidado por seu amigo para a Festa da Glória. Foi amor à primeira vista, na festa avista Lúcia e fica encantado com a moça.

Sá, seu amigo, logo comenta sobre a moça e revela que ela é uma cortesã. Todos ali, incluindo ele, a conhecem muito bem. Mesmo sabendo disso, Paulo vai atrás da moça, de início viram amigos, mas logo se tornam amantes.

Com a presença constante dele em sua casa, Lúcia começa a sair menos e consequentemente começaram os boatos. Ao saber que falavam que Lúcia o estava bancando, Paulo fica indignado e fala para a amada voltar a sair mais.

A relação deles é marcada de brigas, términos e paixão. Na tentativa de largar a vida de cortesã, resgata sua irmã e vai morar com ela em uma casa mais simples. Nesse momento, ela revela a Paulo como tudo aconteceu, o que a levou entrar na vida de cortesã.

Muitas coisas ainda vão acontecer no desenrolar da história, mas já posso dizer que o final foi emocionante e me tocou muito. Essa foi minha primeira experiência com José de Alencar e gostei muito, já estou querendo ler mais obras do autor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s