Livro: O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint – Exupéry

IMG_20150904_134620360_HDR

É com enorme prazer que vamos conversar hoje sobre O Pequeno Príncipe, um livro infanto-juvenil ou não (em breve, vocês entenderão). Eu sempre tive vontade de ler o livro, mas sempre que via estava caro. Com o lançamento do filme, tive a sorte de encontrar o livro nas Americanas por R$ 10,00.

Este era um livro que queria comprar para ter, pois sempre ouvi muitos comentários positivos a respeito dele, inclusive vindo dos adultos. Então, percebi que O pequeno príncipe encanta gerações e gerações, e me despertou uma curiosidade maior ainda em conhecer esse fascínio todo que essa obra desperta nas pessoas.

RESENHA:

O livro nos conta a história de um piloto, que durante uma pane em seu avião, faz um pouso de emergência no deserto e conhece o Pequeno Príncipe. Em seu primeiro dia no deserto, o piloto foi acordado por um menino loiro, o Pequeno Príncipe, que lhe pedia para desenhar um carneiro.

O piloto esboça alguns desenhos, mas o Pequeno Príncipe não se convence. Depois de muitas tentativas, finalmente o piloto desenhou uma caixa e disse que o carneiro estava ali dentro. O Pequeno Príncipe amou o desenho e começou a conversar com o piloto sobre quem ele era e da onde tinha vindo.

IMG_20150904_134532357 (1)

Então, o Pequeno Príncipe começa a contar sobre o seu planeta e o que tem por lá. E sempre que ele fala de seu planeta, você percebe um sentimento de saudades e culpa (mas tudo de forma sem suave), principalmente por ter deixado sua rosa sozinha. Pois no planeta do Pequeno Príncipe ele convivia com sua rosa, que ele amava e três vulcões (sendo um deles inativo) mas que ele cuidava diariamente para evitar problemas futuros.

Com isso, ele começa a contar sobre as suas viagens a outros planetas. E percebemos que em cada planeta ele se depara com um personagem caricato, uma hora é um rei, outro é um homem de negócios, um bêbado, entre outros. E a cada planeta que visita, depois de uma conversa com esses personagens, ele só confirma para si mesmo como os adultos são estranhos e passa a dar valor as coisas simples que tem.

IMG_20150904_134457701

Por sugestão de um personagem de um planeta desses, o Pequeno Príncipe vem para o planeta Terra e assim conhece o piloto. Bom, eu achei esse livro muito lindo, com sacadas sensacionais do ponto de vista de uma criança. Mas ao mesmo tempo acho que uma criança não entenderia o que o autor quis dizer com a mensagem do livro. Fora que a escrita é de fácil entendimento para nós adultos, mas não achei o mesmo para uma criança. Talvez, uma criança quando ler “O Pequeno Príncipe” tenha uma outra percepção da história, mas enfim.

“Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade!” – pág. 69

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.” – pág. 74

Não podemos deixar de mencionar, que essa história do piloto que ficou no deserto por alguns dias foi verdade. O autor, Antonie de Saint – Exupéry nos conta e deixa claro no início do livro, que ele era piloto e isso aconteceu em um determinado momento de sua vida. No meu entendimento como leitora, deu a entender que o Pequeno Príncipe foi uma espécie de delírio que autor teve durante esse tempo em que ficou no deserto.

Ficha Técnica:

Editora: Agir
ISBN: 9788522031443
Gênero: Fábula francesa
Páginas: 93
Ano: 1986

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s