Leituras

Livro: O Diário de Anne Frank

IMG_20150102_150304354

Acabo de ler o livro O Diário de Anne Frank e simplesmente amei! Sempre ouvi falar sobre esse livro e sobre a Anne Frank, porém ainda não tinha lido. Foi até que entramos numa livraria daqui da minha cidade e meu namorado pediu para que eu escolhesse meu presente de Natal, logo avistei esse livro e acabei levando para casa.

A edição que comprei (essa da foto), é a edição de bolso, ela é menor do que a original, mas não desfavorece em nada a história. Já ouvi dizer que tem gente que entre edição de bolso e edição econômica, prefere ainda a econômica, mas eu em geral não vi nada demais, e compraria sim outras edições de bolso. Como já disse, esse livro comprei por R$ 20,00 numa livraria da minha cidade, mas você pode comprar tanto a edição normal, quanto a de bolso no site do Submarino (Edição de BolsoEdição Normal)

RESENHA:

Anne Frank é uma menina adolescente de uma família de judeus e morava em Amsterdã na Holanda. Ela viveu durante a Segunda Guerra Mundial, e devido às perseguições ao judeus naquela época na Europa em geral, sua família resolve se esconder no Anexo Secreto, que ficava em cima do escritório do seu pai.

Somente algumas pessoas do escritório sabiam da existência do esconderijo deles, pois eles eram os responsáveis por ajudar trazendo comida, livros, etc. Por isso, em horário comercial em que o escritório funcionava, o pessoal do Anexo tinha que fazer o mínimo de barulho possível, para ninguém suspeitar.

Depois juntou-se a eles, mais uma família, que Anne chama em seu livro de van Daan (um pai, uma mãe e filho), e mais tarde chegaria o dentista, o Sr. Dussel. Imaginem só, oito pessoas confinadas em uma casa, durante dois anos? É aí que começam a surgir os primeiros stresses, pois o clima já estava tenso devido a Guerra lá fora, a tensão de serem descobertos, fora os atritos por conta da comida, que em determinado ponto começa a ficar escassa. Foram dois anos convivendo assim, com medo, falando baixo, sussurrando, tapando as janelas com cortinas, sem ver muito a luz do sol para não serem descobertos.

IMG_20150102_150422034

Em certo momento, Anne ouve no rádio que depois de a Guerra terminar, o pessoal do governo vai recolher relatos, cartas e diários como testemunho de quem sobreviveu durante esse período. E então, como tinha um forte dom para a escrita e queria se tornar uma escritora, Anne resolve reescrever seu diário, para mais tarde no futuro, publicá-lo. Mais para o final do livro, Anne fica próxima a Peter, o filho do outro casal e acaba se interessando por ele.

Impossível não ler e não se colocar no lugar dela. Imaginar o quanto deve ter sido difícil se esconder no famoso Anexo Secreto durante o período da Segunda Guerra Mundial. Um verdadeiro mergulho em nossa história relatado através de uma menina que viveu nessa época. Incrível como em diversos momentos de seu diário ela descreve que não quer ser uma mulher comum, quer fazer a diferença e até ser lembrada após sua morte.

Ao mesmo tempo é nítido ver que Anne tinha uma visão da sociedade e do mundo muito avançados para sua época, queria ser jornalista e escritora. Até cita em seu diário, que quando acabasse a Guerra iria escrever um livro sobre o Anexo Secreto. Com certeza, afirmo dizer que foi um livro que me marcou e amei ler!

Ficha Técnica:

Editora: BestBolso
ISBN: 9788577990009
Gênero: Guerra Mundial
Páginas: 378
Ano: 2013

Anúncios

4 comentários em “Livro: O Diário de Anne Frank

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s